Notícias

 

Encontro de fim de ano da Usina Iracema reúne comunidade em Iracemápolis-SP

Tradicional evento de confraternização foi realizado no dia 28 de novembro no Teatro Virgínio Ometto e contou com apresentações da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto e do Coro Infantojuvenil da orquestra

 

Música, boas notícias, importantes conquistas e confraternização embalaram o tradicional encontro de fim de ano promovido pela Usina Iracema no dia 28 de novembro, em Iracemápolis-SP. O evento reuniu representantes da comunidade, imprensa e convidados especiais da empresa.

A noite teve início com um coquetel receptivo realizado na sede da Aril – Associação de Reabilitação Infantil Limeirense, e seguiu com a programação musical apresentada no Teatro Virgínio Ometto. 

O presidente da São Martinho Fabio Venturelli deu as boas-vindas aos convidados, destacando que o evento é o grande momento do ano para interagir de forma especial com a comunidade de Iracemápolis, local onde toda a história da Companhia se iniciou. Venturelli ainda ressaltou as conquistas e bons resultados da empresa em 2019. 

“Somos pelo terceiro ano consecutivo eleita pela pesquisa Você S/A a melhor empresa do agronegócio para se trabalhar. Estamos entre as poucas empresas brasileiras a conquistar grau de investimento. E a Iracema também tem muito o que celebrar, a unidade passou a cogerar energia e é parte fundamental de uma Companhia que integra a inovação com o valor do elemento humano para alcançar suas conquistas”, falou Fábio Venturelli, que ainda desejou ótimas festas para todos. 

Música 

A abertura das apresentações musicais ficou por conta do Coro Infantojuvenil da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto – OSRP. O projeto de educação musical já formou cerca de 700 jovens. Na sequência, teve início o espetáculo principal da noite com a Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto, composta por 37 músicos e regida pelo maestro Reginaldo Nascimento. No repertório, clássicos do cinema como os temas de Star Wars, Cinema Paradiso, Cantando na Chuva, Era uma Vez no Oeste, entre outros, apresentados para um público de mais de 250 pessoas, que lotou o teatro Virgínio Ometto.